Produções mais recentes

Extremoz tem uma conotação açucarada da Língua Portuguesa trazida pelos patrícios quando aqui aportaram. Tupinicamos o nome retirando o S de Estremoz, de Évora, por nosso X potiguar e,  esse nome, como tantos outros, se calcificaram em nosso linguajar. por Paulo Atzingen* (Publicação original 3/11/2018) Se o nome foi dado para batizar o extremo nordeste do país os nossos antepassados caraveleiros erraram por 70...
por Paulo Atzingen (Publicação original 5 de outubro de 2019) Pegue três nações importadoras de negros e um país africano a beira do sacrifício. Coloque dinheiro força e canhão para ver quanto tempo dura uma tribo uma família um coração. coloque sal e fermento nos mares das Caraibas escreva uma Carta Magna e estabeleça um Tratado Traga pólvora e unguento crie processo oficial homologue entre as partes com...
Ou como um arquivo de mulher pelada ressuscitou um grupo morno de whatsapp O que tem acontecido nos  grupos de whatsapp, administradores? Tenho uma resposta: a síndrome da jaca (criei agora esse termo para exemplificar) . A minha jaca é o que importa. O resto é jabuticaba. O nível de comprometimento,...
por Paulo Atzingen Os analistas do Facebook e os cientistas do Twitter brasileiros estão alvoroçados com as notícias dos EUA. Estão incitados pelo ato horroroso de invasão do Capitólio, o congresso americano, nesta última quarta-feira (6), dia em que o presidente eleito Joe Biden ia ser diplomado. Acabou sendo, depois da bagunça, depredação e...

Um conto (quase) erótico

Arrumei tudo com o cuidado dos apaixonados: estendi a manta sob a árvore, juntei os gravetos para a fogueirinha, comprei um litro de vinho da pior qualidade pois não tinha dinheiro e nem o refinamento de sommelier e levei a gaita para fazer o fundo musical. O cenário estava armado para uma noite estrelada no pasto do colégio agrícola. A...

- Advertisement -

MAIS LIDOS